header top bar

section content

Família de bebê de 1 ano de vida denuncia suposto erro em aplicação de soro em hospital de Sousa

“Isso e um absurdo e ninguém venha me dizer que isso acontece que eu não aceito”, disse o tio da criança internada no hospital.

Por Luzia de Sousa

18/05/2018 às 11h15 • atualizado em 18/05/2018 às 11h25

Família denuncia suposto erro em aplicação de soro

A família de um bebê de um ano de vida, internado no Materno Infantil da cidade de Sousa, Sertão da Paraíba alega suposto erro em procedimentos durante atendimento a criança.

+ VÍDEO: Com pneumonia, bebês precisam de remédios e máquina nebulizadora em Sousa; saiba como ajudar!

De acordo com um tio, o menino foi internado na semana passada para tratar uma pneumonia, e ao receber alta médica nessa terça-feira (16), os pais perceberam uma vermelhidão na mão da criança, que virou bolhas.

Segundo a família, as bolhas foram causadas pelo soro que foi aplicado no bebê. “Isso e um absurdo e ninguém venha me dizer que isso acontece que eu não aceito”, disse o tio.

O menino retornou ao hospital nesta quarta-feira (17), e segundo a família permanece internado.

O outro lado
Depois da publicação da matéria, a direção do hospital, através de Kelma Dantas entrou em contato com a redação nesta sexta-feira (18), e alegou que o problema na mão do bebê foi causado por uma alergia ao esparadrapo.

“Ainda tem o esparadrapo pregado na ferida da criança. A mãe não tem nem cuidado que o esparadrapo ainda tá pregado aí”. Declarou a diretora.

Ela disse também, que a criança recebeu alta médica nessa quarta-feira (17), e não retornou ao hospital como alegou a família.

DIÁRIO DO SERTÃO

“Boca Quente” fala sobre Nilvan, Josival, Gutemberg e narra fato que mais lhe chamou atenção na área policial

PROGRAMA XEQUE-MATE

VÍDEO: Padre e missionários falam sobre recuperação de dependentes químicos na região de Cajazeiras

DIÁRIO ESPORTIVO

Ao lado de grandes nomes da imprensa, Diário Esportivo debate as rodadas da Série C e D do Paraibano

PARTIU PARA O ATAQUE

VÍDEO: Júnior Araújo diz que José Aldemir vai perseguir servidores que não apoiarem campanha de Paula