header top bar

section content

Após a derrota para o Belo, Desportiva demite o técnico Wassil Mendes

Azulão do Brejo foi goleado pelo Botafogo-PB por 4 a 1 e acumulou a sua terceira derrota em quatro jogos do Campeonato Paraibano. Foi o segundo treinador demitido no estadual

Por Priscila Belmont

25/01/2018 às 10h10

Wassil Mendes comandou a Desportiva Guarabira em quatro jogos, com três derrotas e uma vitória (Foto: Reprodução / TV Cabo Branco)

Caiu o segundo técnico no Campeonato Paraibano. Depois de o Sousa trocar Cleibson Ferreira por Jazon Vieira, agora foi a vez da Desportiva Guarabira demitir o treinador Wassil Mendes. A demissão aconteceu logo após a goleada sofrida na última quarta-feira para o Botafogo-PB, no Sílvio Porto. Junto com Wassil, deixa o clube também o seu preparador físico Rutamberg Felix. Por enquanto, o gerente de futebol Gerson Júnior assume interinamente o time e, a princípio, vai trabalhar com o auxiliar técnico Rangel de Oliveira, que foi mantido no cargo. Esse cenário vai se manter pelo menos até a tarde desta quinta-feira, quando a diretoria do Azulão do Brejo vai se reunir para tratar do assunto.

A decisão sobre a demissão de Wassil Mendes foi tomada ainda na noite dessa quarta-feira, pouco depois do 4 a 1, de virada, que a Desportiva sofreu em casa para o Botafogo-PB. Essa foi a terceira derrota do Azulão do Brejo no Campeonato Paraibano, o que deixa o time na penúltima colocação do Grupo B.

Presidente do clube de Guarabira, Domingos Sávio explicou a demissão de Wassil. Segundo ele, no primeiro tempo do jogo contra o Belo, ontem, até parecia que a Desportiva iria desencantar, já que foi para o intervalo vencendo por 1 a 0. Mas, na segunda etapa, tomou a virada, sofreu quatro gols e acumulou mais um revés no estadual.

– A gente sabe que no futebol o que vale é resultado. A gente estava esperando uma reação, e isso até parecia que aconteceria no primeiro tempo, mas o segundo foi totalmente diferente. Então tomamos essa decisão – explicou Domingos.

Gerente de futebol da Desportiva, Gerson Júnior assume interinamente a comissão técnica (Foto: Reprodução / TV Paraíba)

À frente da Desportiva, Wassil Mendes acumulou três derrotas – 3 a 0 para o Campinense (fora de casa), 2 a 1 para o Nacional de Patos (em casa) e 4 a 1 para o Botafogo-PB (em casa) – e venceu apenas uma – 1 a 0 sobre o Auto Esporte (fora de casa) -, totalizando 25% de aproveitamento.

De imediato, a diretoria da Desportiva decidiu colocar Gerson Júnior interinamente no cargo. O gerente de futebol foi o técnico do Azulão do Brejo na disputa da 2ª divisão do ano passado, levando o time ao vice-campeonato e, consequentemente, de volta à elite do futebol paraibano. Depois disso, ele deixou a função de treinador e passou a apenas gerenciar o futebol do clube. Se nada mudar nos próximos dias, ele deve acumular as duas funções. O auxiliar técnico Rangel de Oliveira, que trabalhava com Wassil, segue no cargo e, pelo menos por ora, vai trabalhar ao lado de Gerson.

O presidente Domingos Sávio informou ainda que a diretoria vai se reunir no início da tarde desta quinta-feira para decidir se mantém a dupla no comando do time ou se busca um novo treinador para assumir a comissão técnica na sequência do Campeonato Paraibano. O próximo desafio da Desportiva está marcado para as 17h do próximo domingo, quando encara o Sousa fora de casa, no Marizão, pela quinta rodada do estadual.

Globo Esporte PB

“Boca Quente” fala sobre Nilvan, Josival, Gutemberg e narra fato que mais lhe chamou atenção na área policial

PROGRAMA XEQUE-MATE

VÍDEO: Padre e missionários falam sobre recuperação de dependentes químicos na região de Cajazeiras

DIÁRIO ESPORTIVO

Ao lado de grandes nomes da imprensa, Diário Esportivo debate as rodadas da Série C e D do Paraibano

PARTIU PARA O ATAQUE

VÍDEO: Júnior Araújo diz que José Aldemir vai perseguir servidores que não apoiarem campanha de Paula