header top bar

section content

Pai da pequena Jamilly ganha liberdade provisória e advogado comemora: “Justiça feita”

Nas sua rede social, Joselito Feitosa comemorou o resultado afirmando estar com sentimento de dever cumprido.

Por Luzia de Sousa

12/07/2018 às 07h23

Flávio está em liberdade (Foto: Joselito Feitosa)

Após oito meses preso no Presídio Regional de Cajazeiras, o pai da garotinha Jamilly Nadir Coelho teve a liberdade provisória decretada pela Justiça nessa quarta-feira (11). Flávio Coelho de Assis Ferreira estava preso suspeito de tentativa de homicídio. Segundo o advogado do acusado, o cajazeirense Joselito Feitosa a defesa do seu cliente deverá comprovar erro material no inquérito policial.

Veja mais!

+ FOTOS: Dor e comoção marcam último adeus a pequena Jamilly Nadir, sepultada em Uiraúna

+ CENA TRISTE! Algemado, pai chora e abraça pela última vez a filha em caixão na região de Cajazeiras

A imagem de Flávio algemado se despedindo de Jamilly, falecida no final de junho, comoveu a Paraíba.

Nas sua rede social, Joselito Feitosa comemorou o resultado afirmando estar com sentimento de dever cumprido.

“Hoje realizei a audiência mais importante em minha carreira advocatícia, não que as demais não tenham sido ou que não serão importantes, mas defender a liberdade de um cliente que estava preso sem ter cometido o crime a ele atribuído, e com o histórico de luta conhecido por toda sociedade sertaneja, isso fez desse momento o mais importante ate os dias atuais. Colocamos em liberdade o pai do anjo ” JAMiLY”, a justiça entendeu, que atendendo os preceitos legais Flavio Coelho deveria receber a liberdade provisória. Primeiro agradecer a Deus este momento e depois a Justiça, que desta feita, fez ‘justica'”. Postou o advogado

Caso
Jamily, de apenas 5 anos sofria de uma doença diagnosticada de encefalopatia metabólica decorrente de Aciduria Glutárica tipo 1 (uma doença no metabolismo que acumula ácido glutárico na urina, plasma e tecidos do corpo). Durante anos, Flávio lutou pela filha, fez protesto, se acorrentou e fez greve de fome para tentar conseguir junto ao Estado a medição necessária para a criança, que custava caro.

DIÁRIO DO SERTÃO

OPINIÃO CONTUNDENTE

EM DECADÊNCIA?: Ex-radialista compara as rádios de Cajazeiras a ‘relacionamento que perdeu o sabor’

QUER APROVAÇÃO?

ENEM 2018: Cursinho inova em Cajazeiras com grande equipe de professores e dinâmica moderna de ensino

PARA A ETERNIDADE

VÍDEO: Programação de 70 anos do Atlético começa com exposição histórica que promete encantar Cajazeiras

ALFINETOU

VÍDEO: Aliado do prefeito destaca asfaltamento de ruas de Cajazeiras e alfineta grupo de Carlos Antonio