header top bar

section content

VÍDEO – Em Cajazeiras, especialista faz importante alerta sobre uso excessivo de celular para a visão

Segundo o oftalmologista Ricardo Coelho, uso excessivo do celular pode causar problemas de graus, como miopia, hipermetropia, astigmatismo, entre outros

Por Jocivan Pinheiro

12/07/2018 às 15h14 • atualizado em 12/07/2018 às 15h25

O uso excessivo de celular tem causado cada vez mais problemas na visão. Por causa das redes sociais móveis, as pessoas estão deixando de navegar na internet em aparelhos maiores, como tablets e computadores, para usar somente os celulares, cujas telas são pequenas e por isso há um esforço maior da visão para enxergar.

Segundo o médico oftalmologista Ricardo Coelho, a popular ‘vista cansada’ costuma ser o primeiro e principal sintoma em quem já está com a visão afetada pelo uso excessivo do celular. Mas ela pode evoluir para problemas visuais de graus, como miopia, hipermetropia, astigmatismo, entre outros.

“Diminuiu muito a questão da tela. Antigamente se usava tablet, computador, mas hoje em dia está se usando muito o celular e muito próximo, então você força uma musculatura dentro do olho que vai dando cansaço”, explica o médico.

VEJA TAMBÉMOftalmologista alerta para riscos de fazer exame gratuito com quem não é médico

Médico oftalmologista Ricardo Coelho

Ainda de acordo com Ricardo Coelho, o desconforto na visão gera dor de cabeça, sono, dificuldade na leitura, entre outros problemas que requerem avaliação de um profissional.

Para quem usa bastante o aparelho celular, ele orienta que dê intervalos e regularmente faça testes simples em casa, como fechar um olho de cada vez para ver se há diferença de visão.

Quanto às crianças, o médico aconselha pais e professores a ficarem atentos aos sinais que podem acusar problemas na visão, como assistir TV muito próximo da tela, trocar letras durante a leitura, franzir a testa para enxergar alguns objetos de longe etc.

Serviço:

Em Cajazeiras, Ricardo Coelho atende no Centro Médico Dr. Sabino Rolim Guimarães, Centro da cidade, por trás do Colégio Nossa Senhora do Carmo (Carmelita).

DIÁRIO DO SERTÃO

OPINIÃO CONTUNDENTE

EM DECADÊNCIA?: Ex-radialista compara as rádios de Cajazeiras a ‘relacionamento que perdeu o sabor’

QUER APROVAÇÃO?

ENEM 2018: Cursinho inova em Cajazeiras com grande equipe de professores e dinâmica moderna de ensino

PARA A ETERNIDADE

VÍDEO: Programação de 70 anos do Atlético começa com exposição histórica que promete encantar Cajazeiras

ALFINETOU

VÍDEO: Aliado do prefeito destaca asfaltamento de ruas de Cajazeiras e alfineta grupo de Carlos Antonio