header top bar

section content

Enfermeira mostra procedimentos que podem salvar a vida de uma pessoa em parada cardiorrespiratória

A parada cardiorrespiratória é o momento em que o coração deixa de funcionar e o indivíduo deixa de respirar

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

12/07/2018 às 15h23 • atualizado em 12/07/2018 às 15h25

A enfermeira Thais Regina Vieira de Lacerda, de 30 anos, foi uma das instrutoras no curso de Atendimento Pré-hospitalar em Urgência e Emergência para os profissionais do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) Regional de Sousa, realizado nos dias 02 e 03 e 09 e 10 de junho no auditório da UFCG no centro da cidade.

Durante o curso, ela mostrou o os procedimentos que podem salvar a vida de uma pessoa em parada cardiorrespiratória (PRC). Tahis explicou o que os profissionais de saúde precisam fazer e também o que qualquer pessoa sem ser da área de saúde deve aprender para agir ao se deparar com uma situação de paciente em PCR.

A parada cardiorrespiratória é o momento em que o coração deixa de funcionar e o indivíduo deixa de respirar, sendo necessário fazer uma massagem cardíaca para fazer com que o coração volte a bater.

O que fazer na parada cardiorrespiratória?
A parada cardiorrespiratória é sempre uma situação muito grave e de muita urgência, requerendo manobras imediatas de ressuscitação que devem ser realizadas por uma pessoa da equipe de saúde se o paciente encontra-se internado num hospital ou que devem ser iniciadas por um leigo, se ele não está num hospital, até a chegada de socorro especializado.

Assista acima ao vídeo completo!

DIÁRIO DO SERTÃO

OPINIÃO CONTUNDENTE

EM DECADÊNCIA?: Ex-radialista compara as rádios de Cajazeiras a ‘relacionamento que perdeu o sabor’

QUER APROVAÇÃO?

ENEM 2018: Cursinho inova em Cajazeiras com grande equipe de professores e dinâmica moderna de ensino

PARA A ETERNIDADE

VÍDEO: Programação de 70 anos do Atlético começa com exposição histórica que promete encantar Cajazeiras

ALFINETOU

VÍDEO: Aliado do prefeito destaca asfaltamento de ruas de Cajazeiras e alfineta grupo de Carlos Antonio