header top bar

section content

Governo apresenta programas e projetos socioassistenciais em sessão na AL

A apresentação foi feita pela secretária de Estado do Desenvolvimento Humano, Neide Nunes

Por Portal Diário com SECOM

31/10/2019 às 08h28

Neide Nunes na ribuna da ALPB

Os diversos programas e projetos socioassistenciais implantados de maneira pioneira na Paraíba e mantidos com recursos próprios do orçamento estadual foram destacados em audiência pública realizada pela Assembleia Legislativa, nesta quarta-feira (30). A apresentação foi feita pela secretária de Estado do Desenvolvimento Humano, Neide Nunes, que explicou sobre a execução de cada um dos programas.

O Condomínio Cidade Madura, presente atualmente em seis municípios: João Pessoa, Campina Grande, Guarabira, Cajazeiras, Sousa, Patos e brevemente em Monteiro; o Cartão Alimentação, que atende 51 mil famílias com a concessão de um benefício mensal no valor de R$ 35,00; e o Abono Natalino, que este ano atenderá 517 mil famílias, com investimentos da ordem de R$ 32,4 milhões, foram os principais programas apresentados aos parlamentares pela secretária Neide Nunes.

Na ocasião, Neide Nunes enfatizou que a política socioassistencial na Paraíba, executada pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Humano (Sedh), é focada em cinco principais eixos: Assistência Social; Direitos Humanos; Segurança Alimentar e Nutricional; Emprego e Renda; e ainda Economia Solidária. Ressaltou ainda que o orçamento da Sedh saiu de cerca de R$ 83 milhões – 2007/2010 – para os atuais R$ 196 milhões previstos para este ano.

ESTÃO MORRENDO DE FOME

VÍDEO: Emocionada, chefe do Núcleo de Zoonoses pede ajuda para animais de rua durante a epidemia

GRUPO DE OPOSIÇÃO

VÍDEO: Leonardo Gadelha diz que está disposto a ceder candidatura a prefeito de Sousa para Zé Célio

RECOMENDAÇÃO DO MP

VÍDEO: Famoso torneio de futebol e tradicional festa no Vale do Piancó são cancelados devido à Covid-19

'ERROS SUPERFICIAIS'

VÍDEO: Deputado da PB ameniza erros de Bolsonaro e defende uso do fundo partidário contra o coronavírus

Recomendado pelo Google:
Conteúdo Protegido!