header top bar

section content

Deputada questiona pontos da reforma da Previdência que prejudicam o homem do campo: “Injustiça social”

Para a parlamentar, as mudanças propostas pelo Governo Federal devem gerar uma grande injustiça social.

Por Assessoria

26/04/2019 às 16h44 • atualizado em 26/04/2019 às 18h19

Dra Paula Francinete, deputada estadual (foto: assessoria)

A deputada estadual Doutora Paula (Progressistas) defendeu nesta sexta-feira (26) a união da bancada federal paraibana para evitar possíveis injustiças dentro da reforma da Previdência, principalmente em pontos que tratam sobre a os trabalhadores rurais e o pagamento Benefício de Prestação Continuada (BPC). Para a parlamentar, as mudanças propostas pelo Governo Federal devem gerar uma grande injustiça social.

“Os nossos deputados e senadores não podem se acovardar diante de tanta injustiça social. É preciso lutar para que os trabalhadores continuem com seus direitos adquiridos e que os idosos possam garantir o BPC na sua totalidade, da forma que é hoje. Não sou contra a reforma, mas não posso admitir essa injustiça que estão tentando fazer com o homem do campo”, afirmou a deputada durante audiência pública realizada pela Câmara Municipal de Uiraúna.

Se as mudanças propostas pelo governo no sistema previdenciário forem mantidas na negociação com o Congresso, um pequeno produtor ou trabalhador rural não poderá mais se aposentar por idade, sem nunca ter contribuído. O jovem que entrar hoje no mercado rural ou um pequeno produtor, no regime familiar, terá de contribuir com 20 anos, no mínimo, para conseguir a aposentadoria.

Dra Paula Francinete, deputada estadual (foto: assessoria)

No caso do BPC, a reforma da Previdência prevê aumentar a idade mínima do BPC para 70 anos. Antes disso, a população em situação de extrema pobreza poderia receber R$ 400 quando completasse 60 anos.

As mudanças no BPC e aposentadoria rural geraram críticas ao governo e a retirada delas do texto tem amplo apoio no Congresso e entre governadores. No fim de março, líderes de 13 partidos manifestaram apoio à aprovação da reforma da Previdência, mas defenderam a retirada de alterações no BPC, pago a idosos de baixa renda, e na aposentadoria rural.

Dra Paula Francinete, durante debate na Câmara Municipal (foto: assessoria)

“Ao invés de contribuírem para que os homens do campo, que contribuírem diretamente para o crescimento do Brasil, e para que os idosos tivessem a garantia de um envelhecimento seguro, tentam tirar seus direitos. Isso me trás uma indignação sem tamanho”, desabafou Doutora Paula.

Deputada questiona pontos da reforma da Previdência (foto: Ascom)

GUERREIRA

Lágrimas e aplausos marcam últimas homenagens para enfermeira que morreu com COVID-19 em Cajazeiras

BRIGA INTERNA

VÍDEO – PSL rachado: Cabo Gilberto diz que Julian Lemos usou Bolsonaro para se eleger e depois o traiu

SOBRE VÍDEO POLÊMICO

VÍDEO: Dra. Paula diz que grupo de Santiago anunciou apoio de Daniella porque está ‘morrendo afogado’

PREFEITO DE SÃO FRANCISCO

VÍDEO: João Bosco quebra o silêncio sobre rompimento com ex-prefeito: “Sentimento é de decepção”

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!