header top bar

section content

Hospital de Trauma de Campina Grande divulga balanço de atendimento do fim de semana

Os casos envolvendo motos lideraram as entradas nos plantões, durante o período.

Por Luzia de Sousa

23/09/2019 às 09h24

Hospital Regional de Emergência e Trauma de Campina Grande. (Foto: Reprodução/TV Paraíba)

O Hospital Estadual de Emergência e Trauma Dom Luiz Gonzaga Fernandes, em Campina Grande, atendeu 410 pacientes, durante o fim de semana (21 e 22). O balanço tem como base as entradas realizadas a partir da zero hora do sábado (21) até as primeiras horas desta segunda-feira (23). Os casos envolvendo motos lideraram as entradas nos plantões, durante o período.

De acordo com a assessoria de imprensa da unidade de saúde, dos 410 atendimentos, 78 foram vítimas de acidentes de moto. Ainda forma registradas vítimas de acidente de automóvel (cinco), agressão física (uma), vítimas de projéteis de arma de fogo (duas) e arma branca (três), além de atropelamentos (cinco). Os demais atendimentos médicos foram na clinica médica e na pediatria.

De acordo com relatório, o município de Campina Grande registrou 30 acidentes de motos nesse fim de semana, seguido por Aroeiras (quatro), Caturité (três), Lagoa Seca (três) e Queimadas (dois).

O Trauma CG disponibiliza 298 leitos, 340 médicos, sendo 64 em regime de plantão presencial 24 horas. O hospital dispõe de seis salas no bloco cirúrgico e é referência em trauma para 203 municípios da Paraíba, além de alguns municípios do Rio Grande do Norte, Pernambuco e Ceará.

PORTAL DIÁRIO

Recomendado para você pelo google

MUITA HISTÓRIA

VÍDEO: Idosa da cidade de Patos completa 107 anos com lucidez e bom humor; conheça sua história de vida

ROTINA

VÍDEO: Homem é preso na cidade de Cajazeiras após furtar celulares de loja em dois dias seguidos

NÃO QUIS ESPERAR

VÍDEO: Vereador de Itaporanga rompe com deputado estadual e anuncia que será candidato a prefeito

NOVO DECRETO

VÍDEO: Exonerações, cortes e proibições na prefeitura de Cajazeiras é para garantir 13º, diz secretário