header top bar

section content

Opera PB realiza cirurgias em quatro hospitais até terça; programa chega a mais um hospital do Sertão

O programa representa um investimento de cerca de R$ 6 milhões apenas no primeiro ano e contempla mais de 12 mil paraibanos em 36 tipos de cirurgias.

Por Luzia de Sousa

14/12/2019 às 05h52

Catarata pode comprometer toda a visão, mas tem cura

O programa Opera Paraíba realiza desta sexta-feira (13) até terça-feira (17) cirurgias eletivas nos hospitais de Mamanguape, Taperoá Queimadas e Picuí. Mais de 60 pacientes serão beneficiados nos quatro municípios com cirurgias gerais, além das que já estão na rotina dos hospitais. O programa representa um investimento de cerca de R$ 6 milhões apenas no primeiro ano e contempla mais de 12 mil paraibanos em 36 tipos de cirurgias.

VEJA MAIS: Ministério Público Federal abre investigação na Operação Andaime e licitação em Cajazeiras vira alvo

Estão na lista de procedimentos cirúrgicos do Programa nas especialidades de ortopedia, oftalmologia, otorrinolaringologia, ginecologia, proctologia e cirurgia geral. Neste sábado, no hospital de Queimadas, cerca de 90 pacientes de 14 municípios serão avaliados para a realização de procedimentos, 20 deles sairão já operados do local.

De acordo com o coordenador médico do programa Opera Paraíba, Adilson Junior, além das cirurgias já previstas pelas unidades hospitalares, Sousa, por exemplo, já realizou 202 procedimentos cirúrgicos desde o lançamento do programa. Além disso, há uma equipe móvel para intensificar o quantitativo de pessoas atendidas. Só esta equipe já realizou mais de 50 procedimentos cirúrgicos no mês de dezembro.

O objetivo do programa Opera Paraíba é ampliar a oferta de acesso às cirurgias eletivas de forma complementar à estratégia do Ministério da Saúde (MS), reduzir a fila de espera pelos procedimentos cirúrgicos eletivos e descentralizar o atendimento, sendo hoje concentrado nos grandes centro urbanos: João Pessoa e Campina Grande.

DIÁRIO DO SERTÃO

Recomendado para você pelo google

CRIANÇA MORREU DE MENINGITE

VÍDEO: Médica explica por que Ana Caroline não foi transferida, e afirma que não há motivo para pânico

CASO GRAVE

Criança de 8 anos morre vítima de meningite no Hospital Universitário Júlio Bandeira, em Cajazeiras

CONCESSIONÁRIA

VÍDEO: Brazauto de Cajazeiras anuncia promoção de Carnaval para os carros mais populares da Toyota

DOIS DIAS DE FESTA

VÍDEO: Bonito Folia agita foliões de toda a região na abertura do Carnaval em Bonito de Santa Fé