header top bar

section content

Paraíba gera melhor saldo de empregos para o mês de abril dos últimos seis anos; Patos fica em terceiro

Os setores de serviços e construção civil concentraram os saldos positivos de abril entre as atividades econômicas da Paraíba

Por Secom PB

25/05/2019 às 15h01

Empregos Paraíba – Foto: Ilustrativa

A Paraíba gerou o maior saldo de empregos para o mês de abril dos últimos seis anos, segundo dados da secretaria especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, com base no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nessa sexta-feira (24).

No último mês, o estado criou 778 empregos com carteira assinada, diferença de 10.025 admissões e 9.247 desligamentos. A Paraíba registrou o melhor saldo para o mês desde 2013.

Os setores de serviços (863 vagas) e construção civil (144) concentraram os saldos positivos de abril entre as atividades econômicas da Paraíba, enquanto a agropecuária (-271 vagas) e comércio (-26) foram as atividades responsáveis pelas maiores baixas dos postos de trabalho. As cidades de João Pessoa (412), Campina Grande (178) e Patos (86) lideraram a criação de vagas entre os municípios paraibanos.

VEJA TAMBÉM: Paraíba registra menor taxa de desocupados do Nordeste no 1º trimestre

Cenário regional – Em âmbito regional, todas as regiões apresentaram saldo positivo de empregos, com destaque para o Sudeste (81.106). Na sequência aparecem as regiões Nordeste (15.593), Centro-Oeste (15.240), Sul (14.570) e Norte (3.092).

O Brasil registrou a abertura de 129.601 novas vagas de emprego com carteira assinada em abril, resultado de 1.374.628 admissões e 1.245.027 desligamentos.

Recomendado para você pelo google

HOMENAGEM

VÍDEO E FOTOS: Familiares e amigos celebram o centenário do cajazeirense, José Rolim Guimarães

CULTURA

Professoras da UFCG de Cajazeiras lançam livro sobre ‘Ética, Bioética e Controle Social da Ciência’

RELIGIÃO

VÍDEO: Festa de Nossa Senhora da Guia, padroeira de Patos é oficialmente lançada. Confira a programação!

SOLUÇÃO

VÍDEO: Continuando série sobre o lixão, Xeque Mate fala de ações para resolver problemática do lixão