header top bar

section content

Bolsonaro diz que “se Deus quiser” Lula será condenado

O deputado federal deu a declaração durante o anúncio da parceria com o PSL

Por Luzia de Sousa

07/01/2018 às 06h54 • atualizado em 06/01/2018 às 16h59

O deputado federal Jair Bolsonaro, pré-candidato à Presidência da República (Foto: Cristiano Mariz/VEJA)

O deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) disse que “se Deus quiser, Lula vai ser condenado” no julgamento marcado para o dia 24 de janeiro, em Porto Alegre (RS). A declaração foi dada, nessa sexta-feira (5/12), durante conversa com jornalistas.

Bolsonaro ainda afirmou que, caso Lula seja condenado, o Brasil terá problemas de segurança em Porto Alegre e outras capitais. “Tem que estar alerta no Brasil todo, o pessoal da esquerda não quer largar o poder, a carta na manga é o Lula”, comentou.

O deputado federal foi a Recife para o anúncio do acordo de concorrer à presidência pelo PSL, partido criado pelo empresário pernambucano Luciano Bivar.

Metrópoles

GOVERNADOR ELEITO

VÍDEO: Em entrevista exclusiva, João Azevêdo agradece Sertão pela vitória e revela planos para a região

ENTREVISTA ESPECIAL

DIA DO MÉDICO: Um dos médicos mais respeitados de Cajazeiras relata fatos marcantes do seu ‘sacerdócio’

RESULTADOS MARCANTES

VÍDEO: Na capital, jornalista cajazeirense avalia vitória de Azevêdo e derrota de Cássio: “Foi um marco”

ACONTECE EM NOVEMBRO

VÍDEO: Secretária da Prefeitura e gerente do Sebrae dão detalhes sobre a feira Expo Negócios Cajazeiras