header top bar

section content

TRF-5 anula sentença contra ex-prefeito de Cajazeiras e manda processo de volta para a Paraíba

O relator do processo, André Luis Maia Tobias Granja mandou devolver o processo ao juiz, que segundo ele, sentenciou o político de forma antecipada

Por Luzia de Sousa

13/03/2018 às 17h59 • atualizado em 13/03/2018 às 18h00

Carlos Antonio, ex-prefeito de Cajazeiras (Foto: DS)

O ex-prefeito de Cajazeiras Carlos Antônio conseguiu anular uma sentença da Justiça Federal da Paraíba condenando ele por improbidade administrativa. O relator do processo, André Luis Maia Tobias Granja mandou devolver o processo ao juiz, que segundo ele, sentenciou o político de forma antecipada, sem garantir a ampla defesa

O caso envolve a execução do Contrato de Repasse nº 0131629-44/2001, celebrado entre o município de Cajazeiras e o Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), que objetivava a execução de obras de urbanização do Açude Grande.

Carlos Antônio alegou cerceamento de defesa, uma vez que a ação teria sido julgada de forma antecipada, sem o devido processo legal.

“No caso vertente, o feito não estava pronto para julgamento, uma vez que as provas requeridas pelos apelantes poderiam elucidar melhor a questão, podendo comprovar a inexistência de dano ao erário e a aprovação pela fiscalização do órgão concedente, circunstâncias alegadas em suas defesas, pelo que houve a ocorrência de erros pelo magistrado sentenciante ao não abrir a instrução e julgar o processo de forma antecipada”, escreveu o relator do processo.

DIÁRIO DO SERTÃO com Os Guedes

VÍDEO: Psicologia no Ar recebe diretores e psicóloga de organização que promove cidadania em Cajazeiras

NOVIDADES

Xeque-Mate visita lançamento do novo plano da Eletrosorte, que firmou parceria com gigante dos seguros

FUTEBOL DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Dirigentes e ex-jogadores relembram histórias marcantes do Duque de Caxias, que completou 50 anos

VÍDEO: Programa de rádio que é sucesso na região de Campina fecha parceria com emissora de Cajazeiras