header top bar

section content

Black Friday brasileira: novo evento promete ofertas de até 80%

Evento criado pelo Governo Federal visa aquecer a indústria e o comércio brasileiro no mês de setembro. Descontos podem chegar a 80%

Por Tech Tudo

06/09/2019 às 08h46

Evento de descontos criado pelo Governo Federal contará com mais de 3 mil lojas participantes em todo o Brasil (Foto: Reprodução/Marvin Costa)

A Semana do Brasil é uma iniciativa do Governo Federal que visa promover descontos em lojas físicas e virtuais em todo o Brasil. O evento, que acontece em todo o Brasil entre os dias 6 e 15 de setembro, foi criado para aquecer a indústria e o comércio em um período em que a economia é afetada pelo baixo desempenho desses setores.

Com mais de 3.000 lojas cadastradas, a “Black Friday verde e amarela” está recebendo inscrições de empresários interessados em participar pela Internet. Assim como na Black Friday, as principais lojas de e-commerce participarão do evento, entre elas Grupo Pão de Açúcar, Havan e Ricardo Eletro. Os descontos são variados, mas podem chegar a 80%, como é o caso do Ponto Frio e das Casas Bahia. A seguir, saiba tudo sobre o evento, quais são as lojas participantes, as promoções e veja dicas para evitar cair em golpes durante a ocasião.

O que é e onde acontece a Semana do Brasil?
A Semana do Brasil é uma parceria entre o setor público e a iniciativa privada que visa estimular o consumo e movimentar a economia no mês de setembro. O evento, que acontece entre 6 e 15 de setembro, conta com divulgação do Governo Federal nos principais veículos de comunicação. Além disso, empresas públicas participam da campanha para oferecer suporte aos empresários participantes, que também contarão com ações integradas do Sebrae.

Com abrangência nacional, o evento recebe inscrições de pequenos, médios e grandes empresários de todos os estados brasileiros. Assim, além da atuação em comércio virtual, diversas lojas físicas em diferentes cidades contarão com descontos.

Lojas participantes da Semana do Brasil
Até o momento, mais de 3.000 mil empresas se cadastraram no site da campanha. Além das lojas varejistas, consumidores poderão encontrar promoções e descontos em hotéis, lojas de automóveis, instituições financeiras, agências de viagens, restaurantes, lojas de departamento e ações em segmentos.

Grandes lojas de departamento também aderiram à iniciativa do governo. As promoções variam de acordo com cada estabelecimento e a categoria de produtos. O Ponto Frio, que integra o Grupo Pão de Açúcar, por exemplo, promete até 80% de desconto em aparelhos eletrônicos e eletrodomésticos, assim como as Casas Bahia. Já a Havan garante facilidade no pagamento, além de promoções em notebooks, jogos, eletrônicos e itens para a casa. A Ricardo Eletro, por sua vez, promete descontos de até 70% e a Fast Shop garante até 45% e pagamento em até 12 vezes sem juros.

As promoções, no entanto, não se restringem ao e-commerce e abrangem diversas categorias de produtos. A loja de móveis Etna promete produtos até 50% mais baratos, e a Sephora, que vende de cosméticos, também entrou na campanha com descontos de até 40% em maquiagens. A lista completa dos estabelecimentos participantes está disponível no site da campanha (http://www.brasil.gov.br/semanadobrasil/participantes/).

Como saber se um produto online está realmente mais barato
Infelizmente, algumas lojas usam datas comemorativos para enganar consumidores oferecendo ofertas falsas. É importante, além de conhecer a média de preço de um produto, usar ferramentas para descobrir uma promoção é verdadeira. Os usuários do Chrome contam com extensões, como Mais Barato PROTESTE e Vigia de Preço, que comparam o histórico de preços de um produto para informar se o valor atual é realmente baixo.

Algumas lojas podem aumentar os preços de seus itens à venda antes do período da campanha, algo que já foi registrado durante a Black Friday. No entanto, é possível encontrar diversas ferramentas na web que deduram se uma loja subiu os preços para simular descontos.

Dicas para encontrar produtos baratos
Consumidores podem encontrar na web alguns serviços que comparam preços em diversas lojas online. Esse é o caso da plataforma Compare TechTudo. O site oferece um sistema de busca que mostra sempre o preço mais barato de um produto. Além disso, é possível visualizar o histórico de preços e especificações técnicas do item em questão.

Já os usuários de smartphones contam com aplicativos que vasculham a Internet para oferecer produtos em desconto. A ferramenta gratuita Menor Preço, disponível para iPhone (iOS) e Android, monitora preços em lojas nos estados do Paraná, Espírito Santo e Pernambuco. Outras iniciativas mais específicas, como Pinngo e o Consulta Remédios, podem ajudar a identificar bons preços em supermercados e em itens de farmácia.

Como evitar golpes
O período de promoções também pode ser utilizado por golpistas para enganar consumidores, oferecendo anúncios falsos. Nesses casos, algumas dicas básicas podem ajudar.

Formas de pagamento: desconfie quando uma loja oferece apenas opções de pagamento por boleto ou depósito bancário.

Os e-commerces precisam cumprir uma série de exigências legais para poderem receber transações por cartão, um processo que seria extremamente oneroso para um fraudador”, afirma Tom Canabarro, co-fundador da Konduto, empresa de antifraude para pagamentos online. Assim, o cartão de crédito é a opção mais segura e ainda oferece a possibilidade de ressarcimento, caso o usuário tenha algum problema;

Preços muito baixos: os consumidores devem pesquisar por um produto antes de fechar a compra em uma loja que traz uma promoção que chama atenção. Dessa forma, é possível acompanhar variações de preços e identificar quando um produto está com valor dentro da média;

Medidas de segurança: datas comemorativas são alvo para o envio de e-mails falsos. Sendo assim, uma dica é ter softwares antivírus atualizados e cultivar condutas de segurança na web. Além disso, não se deve enviar dados pessoais para ninguém, seja por e-mail, SMS, mensageiros ou redes sociais.

Cuidado com sites falsos: criminosos podem criar lojas falsas e até mesmo clonar sites de grandes empresas. Sendo assim, deve-se tomar muito cuidado e atentar a detalhes que podem indicar que o endereço é utilizado por fraudadores. “Especialmente nessa época surgem diversos endereços eletrônicos que apresentam ofertas ‘imperdíveis’, e desta forma o consumidor fica mais suscetível a cair em golpes”, comenta Fabio Carneiro, co-fundador do Promobit, que reúne ofertas online.

Fonte: Tech Tudo - https://www.techtudo.com.br/noticias/2019/09/semana-do-brasil-saiba-tudo-sobre-os-descontos-e-as-lojas-participantes.ghtml

Recomendado para você pelo google

VÍDEO

Capitão da PM conta que vítima de tiros em Cajazeiras fez revelação sobre crime antes de morrer

VÍDEO

No Sertão, Ricardo Coutinho rebate presidente da assembleia e manda recado duro para governador da PB

SAÚDE PÚBLICA

VÍDEO: Mensagem Empresarial recebe especialista em saúde pública e fala de práticas integrativas do SUS

DESCONTRAÇÃO

VÍDEO: Sucesso na internet, Gleyfy Brauly e MC Nem animam o programa Xeque Mate dessa semana