header top bar

section content

VÍDEO: Conselheiro lança chapa e fala pela primeira vez sobre rompimento com presidenta do COREN-PB

Ronaldo Beserra insinua que foi usado por Renata Ramalho e depois descartado porque a chapa não queria mais ele por perto

Por Jocivan Pinheiro

21/09/2020 às 14h21 • atualizado em 21/09/2020 às 14h24

O conselheiro federal de enfermagem Ronaldo Beserra falou pela primeira vez sobre o rompimento com a presidenta do Conselho Regional de Enfermagem da Paraíba (COREN-PB), Renata Ramalho. Eles eram companheiros de chapa no COREN-PB, mas em janeiro houve o rompimento.

No programa Olho Vivo da TV Diário do Sertão, Ronaldo insinua que foi usado por Renata e depois descartado porque a chapa não queria ele por perto.

“As pessoas ficam perto de você, lhe usam, lhe abusam até o momento de você entregar pra ele o que ele deseja. Entregou, pronto, você já não é mais ninguém, você é uma peça descartável”.

Segundo Ronaldo Beserra, a presidenta do COREN-PB deseja eleger alguém do grupo para dar continuidade à gestão dela.

“Eu confiei no grupo. Se o grupo, no dia 02 de janeiro, achou que não merecia mais minha companhia, eu fui para meu mandato do COFEN [Conselho Federal de Enfermagem] honrar a enfermagem não só paraibana, mas brasileira. Fui fazer meu papel em Brasília e divulgar meus feitos como conselheiro federal”.

VEJA TAMBÉM

Presidenta do Coren diz que enfermeiro pode ter clínica, luta pelo piso salarial e fala sobre concursos

De acordo com o apresentador José Dias Neto, Renata Ramalho teria declarado em outra entrevista que o rompimento partiu de Ronaldo Beserra porque ela não aceitou que ele continuasse ‘mandando’ no COREN-PB sem ser presidente.

Ronaldo, por sua vez, alega que essa declaração é infundada porque, segundo ele, é impossível ter tempo para ser conselheiro federal e ao mesmo ‘comandar’ o conselho regional.

“Esse nível de colocação não cabe mais nos meus 54 anos de idade. Esse tipo de postura política não me interessa. Não cabe na cabeça de alguém você ser eleito para o conselho federal, ficar em João Pessoa querendo mandar no COREN e ficar no conselho federal com tantas atividades que eu tenho lá”.

DIÁRIO DO SERTÃO

ENTREVISTA

VÍDEO: Denise critica política de Zé Aldemir com moradores de rua e apresenta propostas

ILEGALIDADE EM CONVENÇÃO

VÍDEO: Sete candidatos a vereador de cidade na região de Pombal são multados pela Justiça Eleitoral

HABITAÇÃO

VÍDEO: Zé Aldemir fala sobre a entrega de 300 novos apartamentos

ELEIÇÕES NO SERTÃO

VÍDEO: Campanhas eleitorais se acirram nas dez cidades da região de Catolé do Rocha, mostra jornalista

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!