header top bar

section content

Sebrae PB premia melhores iniciativas de empreendedorismo educacional durante evento em Campina Grande

Nove projetos foram selecionados e premiados nesta terça (23) no Centro de Convenções do Garden Hotel, em Campina Grande

Por Portal Diário com Assessoria de Imprensa SEBRAE PB

24/11/2021 às 12h00

Prêmio Sebrae de Educação Empreendedora. (Foto: divulgação).

Nove projetos de instituições educacionais foram os grandes vencedores da segunda edição do Prêmio Sebrae de Educação Empreendedora. A etapa estadual da premiação, realizada pelo Sebrae Paraíba, ocorreu na noite desta terça-feira (23) no Centro de Convenções do Garden Hotel, em Campina Grande. A iniciativa tem o objetivo de promover e disseminar a educação empreendedora no ambiente escolar e teve a versão 2020 adiada para este ano, em decorrência da pandemia da Covid-19.

Os primeiros lugares de cada categoria com projetos selecionados nesta edição (Ensino Fundamental – Anos Iniciais, Ensino Médio, Ensino Técnico Profissional e Ensino Superior) receberão, como prêmio, um curso de MBA. Além disso, os representantes das iniciativas irão a Brasília para concorrerem à etapa nacional do prêmio. O diretor técnico do Sebrae Paraíba, Luiz Alberto Amorim, enfatizou que a essência do prêmio é a criatividade e a inovação.

VEJA TAMBÉM

Sebrae promove semana de eventos para o empreendedor paraibano e Cajazeiras sediará Workshop

Prêmio Sebrae de Educação Empreendedora. (Foto: divulgação).

“A premiação é um ato simbólico de reconhecimento a quem faz isso cotidianamente. Quero parabenizar indistintamente a todos e dizer que ousem, busquem, façam a diferença e apresentem seus projetos. Tenho certeza de que todos têm experiências a apresentar”, frisou o diretor. Por sua vez, a gerente de Educação Empreendedora do Sebrae Paraíba, Humara Medeiros, destacou que a premiação é uma forma de celebrar histórias contadas por professores.

“Os professores contaram histórias de inovação e criatividade, que foram levadas com praticidade aos alunos. Então, hoje, estamos mostrando essas histórias para a sociedade e o ecossistema de educação. Esperamos que muitos outros possam vir e contar as suas. Os professores são as pessoas que fazem a diferença em nossa sociedade”, salientou.

Vencedores – Na categoria Ensino Fundamental – Anos Iniciais, o projeto vencedor foi “A prática do empreendedorismo na primeira infância”, do Ipen, cuja proposta prevê o desenvolvimento do empreendedorismo social por meio de ações lúdicas, educação financeira, entre outras iniciativas.

Já na categoria Ensino Médio, dois projetos foram premiados: o “Jovem empreendedor”, da Escola Estadual Professora Dione, de Sousa, que desenvolveu ações que estimularam o empreendedorismo em todas as suas vertentes, incluindo o empreendedorismo social, ficou em segundo lugar; e o “Insocial Tec”, que alcançou a primeira colocação e foca em alunos de Ensino Médio, preferencialmente de escolas públicas, para ofertar uma formação nas áreas de computação, design e administração.

Por sua vez, a categoria Ensino Técnico Profissional teve três vencedores. Em terceiro lugar, ficou o projeto “Trilha Empreendedora na Educação Tecnológica Profissional”, no qual os alunos escolhem uma demanda da indústria com vários desafios para serem solucionados; em segundo ficou a iniciativa “Senai Lab Paraíba – a prática ‘mão na massa’ de ensinar”, que consiste em um espaço aberto aos alunos no qual se constroem novas ideias fazendo uso da colaboração, do compartilhamento do conhecimento e do apoio de ferramentas tecnológicas; e, na primeira colocação, o projeto “As versões do fuxico”, desenvolvido pelo Centro de Educação Profissional Odilon Ribeiro Coutinho, do Senai, que surgiu da necessidade de diminuir os resíduos de tecidos dentro de uma produção de vestuário.

A categoria Ensino Superior também teve três vencedores. Em terceiro lugar, ficou o projeto “Nutri empreendendo”, desenvolvido na Unifacisa, e que é realizado por meio de diferentes ações, envolvendo desde o desenvolvimento de ideia até a apresentação de uma proposta de negócio em parceria com um Laboratório de Inovação (Inovalab); na segunda colocação ficou a iniciativa “Desenvolvimento de brinquedos eletrônicos educativos para crianças carentes”; e o vencedor foi o projeto “Interdisciplinar em Design de Moda”, que tem como estratégia fomentar a educação empreendedora a partir da integração das disciplinas Gestão empresarial e Negócios de moda e trabalho de conclusão de curso.

A premiação – O Prêmio Sebrae de Educação Empreendedora visa estimular e reconhecer as melhores práticas de professores do ensino fundamental, médio, superior e técnico, em todo o país, valorizando os trabalhos dos profissionais mais engajados. A edição do prêmio contempla etapas seletivas estaduais, regionais e nacional, englobando cinco categorias de ensino: duas no nível fundamental, além dos níveis médio, profissional e superior. Ao colaborarem com o ecossistema educacional, as melhores práticas selecionadas serão difundidas pelo Sebrae para todas as regiões do Brasil. A previsão é que a divulgação da premiação nacional ocorra em fevereiro de 2022.

Prêmio Sebrae de Educação Empreendedora. (Foto: divulgação).

PORTAL DIÁRIO

HONRAS JUSTAS

VÍDEO: TV Diário do Sertão transmite evento da ALPB em Cajazeiras, de entrega da “Medalha Padre Rolim”

MEDIUNIDADE

VÍDEO: Ministrante aborda tema sobre o livro ‘Paulo e Estêvão durante o Programa Mensagem de Esperança

FEZINHA

VÍDEO: Em mais um sábado, Bilhete Doação da Sorte promove alegria de várias famílias em sorteio ao vivo

EVANGELHO

VÍDEO: No Programa Palavra de Vida, missionária reflete no texto da Mulher do Fluxo de Sangue; assista

Recomendado pelo Google: