header top bar

section content

VÍDEO: Presidente diz que Wallber é jurado de morte e por isso poderá abrir exceção sobre arma na ALPB

De acordo com Adriano Galdino, a situação de Wallber Virgolino poderá forçar a presidência da Casa a abrir exceção porque ele é delegado de Polícia Civil e jurado de morte

Por Jocivan Pinheiro

25/05/2019 às 11h07

A proibição de posse de arma de fogo dentro da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) poderá não se estender ao deputado estadual Wallber Virgolino (Patriota).

De acordo com o presidente da ALPB, Adriano Galdino (PSB), a situação de Wallber poderá forçar a presidência da Casa a abrir uma exceção porque ele é delegado de Polícia Civil e jurado de morte.

VEJA TAMBÉM: Presidente reafirma proibição de arma na Assembleia, fala da Operação Calvário e cortes de gabinetes

Adriano Galdino afirma que, segundo a Polícia Federal, duas facções criminosas nacionais querem matar Wallber Virgolino, que já foi chefe dos sistemas penitenciários do Rio Grande do Norte e da Paraíba.

“Se essa turma sabe que ele está desarmado, ele vira alvo fácil. Então, nós precisamos dialogar para ver essa situação específica”, justificou o presidente da ALPB.

Wallber Virgolino, deputado estadual pelo Patriota

Adriano Galdino explicou ainda que quando essa parte específica do regimento foi implantada, não havia nenhum deputado policial ou jurado de morte cumprindo mandato na Assembleia.

PORTAL DIÁRIO

Recomendado para você pelo google

VÍDEO!

IMPRESSIONANTE: Jovem sertanejo adota dois sapos e os cria como animais de estimação em Patos

ARRAIÁ DO IZIDRÃO

É SÃO JOÃO: Escola João Izidro de Sousa dá inicio aos festejos juninos na cidade de Cachoeira dos Índios

DESPEDIDA

VÍDEO: Chorando, filha de Raimundo Ferreira conta como foram últimos dias do pai antes de morrer

CULTURA

VÍDEO E FOTOS: Jovens e adolescentes de Monte Horebe realizam apresentações culturais no Teatro Ica