header top bar

section content

VÍDEO: Presidente diz que Wallber é jurado de morte e por isso poderá abrir exceção sobre arma na ALPB

De acordo com Adriano Galdino, a situação de Wallber Virgolino poderá forçar a presidência da Casa a abrir exceção porque ele é delegado de Polícia Civil e jurado de morte

Por Jocivan Pinheiro

25/05/2019 às 11h07

A proibição de posse de arma de fogo dentro da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) poderá não se estender ao deputado estadual Wallber Virgolino (Patriota).

De acordo com o presidente da ALPB, Adriano Galdino (PSB), a situação de Wallber poderá forçar a presidência da Casa a abrir uma exceção porque ele é delegado de Polícia Civil e jurado de morte.

VEJA TAMBÉM: Presidente reafirma proibição de arma na Assembleia, fala da Operação Calvário e cortes de gabinetes

Adriano Galdino afirma que, segundo a Polícia Federal, duas facções criminosas nacionais querem matar Wallber Virgolino, que já foi chefe dos sistemas penitenciários do Rio Grande do Norte e da Paraíba.

“Se essa turma sabe que ele está desarmado, ele vira alvo fácil. Então, nós precisamos dialogar para ver essa situação específica”, justificou o presidente da ALPB.

Wallber Virgolino, deputado estadual pelo Patriota

Adriano Galdino explicou ainda que quando essa parte específica do regimento foi implantada, não havia nenhum deputado policial ou jurado de morte cumprindo mandato na Assembleia.

PORTAL DIÁRIO

AUMENTO DA DOENÇA

CORONAVÍRUS: Em 26 dias, casos confirmados crescem 140% em Sousa comparados com Cajazeiras

VEJA A LISTA DE BAIRROS

VÍDEO: Cajazeiras soma 63 casos de Covid-19; Centro e bairro São Francisco lideram em número de casos

ISOLAMENTO SOCIAL

VÍDEO: Secretaria de Educação de Santa Terezinha-PB inova com aulas no YouTube e em programa de rádio

"TIVE VERGONHA ALHEIA"

VÍDEO: “País está entregue a um bando de aloprados”, diz jornalista sobre vídeo de reunião ministerial

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!