header top bar

section content

Presidente reafirma proibição de arma na assembleia, fala da Operação Calvário e cortes de gabinetes

Adriano Galdino falou sobre a proibição de entrada na assembleia portando armas de fogo, inclusive sobre a instalação de detectores de metais

Por Luzia de Sousa

21/05/2019 às 11h47 • atualizado em 21/05/2019 às 13h50

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Adriano Galdino (PSB), em entrevista a TV Diário do Sertão esta semana avaliou positivamente a participação da casa nas plenárias do Orçamento Democrático. “Estamos aprendendo com o povo”.

Adriano Galdino falou sobre a proibição de entrada na assembleia portando armas de fogo, inclusive sobre a instalação de detectores de metais.

“Segurança é uma questão nacional. Temos exemplos de violência acontecendo em escolas. A casa recebe pessoas de todos os níveis sociais e as vezes um cidadão acha que o deputado tem o poder de resolver e não tem”. Justificou o socialista.

Deputado Adriano Galdino em entrevista à TV Diário do Sertão

Quanto ao deputado Wallber Virgulino (PATRI), que teria declarado não se separar da sua arma, o presidente contestou e assegurou que no plenário ele não pode estar armado, pois consta no Regimento Interno da assembleia.

“O regimento vai ser cumprido”, declarou Adriano Galdino, que fez ressalva: “Quando foi feito esse regimento não existia na casa nenhum deputado militar e nenhum deputado jurado de morte por duas facções criminosas nacionais”.

De acordo com o presidente da assembleia, a Polícia Federal identificou duas facções que estariam pagando um preço para quem assassinasse o deputado Wallber Virgulino.

O presidente da assembleia prestou entrevista à TV Diário do Sertão

ELEIÇÃO DA ASSEMBLEIA
Ele afirmou que não houve traição na votação para presidente da assembleia, sendo eleito para o primeiro e segundo biênio.

Quanto aos cortes de verbas dos gabinetes para os parlamentares que não votaram nele, Adriano Galdino rebateu a informação assegurando que houve reajuste para todos, pois o momento é de dificuldade.

“Aqui tinha quase 40 funcionários que ganhavam mais que ministros do TCU”, confidenciou o socialista.

Adriano Galdino falou sobre vários assuntos em entrevista à TV Diário do Sertão

ITINERANTE
O presidente anunciou o retorno da Assembleia Itinerante, inclusive sendo realizada na cidade de Cajazeiras, Sousa e Itaporanga. “Iniciaremos no segundo semestre com certeza”.

OPERAÇÃO
Quanto a Operação Calvário, Adriano Galdino disse estar preocupado, mas afirmou que confia na Justiça e as coisas que estão sendo questionadas serão esclarecidas.

DIÁRIO DO SERTÃO

Recomendado para você pelo google

HOMENAGEM

VÍDEO E FOTOS: Familiares e amigos celebram o centenário do cajazeirense, José Rolim Guimarães

CULTURA

Professoras da UFCG de Cajazeiras lançam livro sobre ‘Ética, Bioética e Controle Social da Ciência’

RELIGIÃO

VÍDEO: Festa de Nossa Senhora da Guia, padroeira de Patos é oficialmente lançada. Confira a programação!

SOLUÇÃO

VÍDEO: Continuando série sobre o lixão, Xeque Mate fala de ações para resolver problemática do lixão