header top bar

section content

Deputado Efraim Filho apoia PEC que reduz preços dos combustíveis

"A proposta merece ser analisada pelo apelo que ela traz. No entanto, é preciso amarrar o texto para que não haja intervenção indevida na atividade privada", afirmou o parlamentar

Por Portal Diário com Assessoria

24/01/2022 às 17h52 • atualizado em 25/01/2022 às 00h37

(Imagem ilustrativa).

Está sendo negociada pelo governo uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que pretende zerar a cobrança de tributos federais (PIS e Cofins) sobre o combustível. A medida, que está sendo discutida com a Câmara e o Senado, reduziria a arrecadação federal em cerca de R$ 50 bilhões. Além disso, acarretaria também na redução da incidência do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), um imposto estadual que recai sobre produtos de diferentes tipos.

Para o coordenador da bancada da Paraíba, deputado Efraim Filho (União Brasil/PB), a PEC tem apelo social. “A proposta merece ser analisada pelo apelo que ela traz. No entanto, é preciso amarrar o texto para que não haja intervenção indevida na atividade privada”, afirmou o parlamentar. Efraim avalia que, não havendo restrições, a medida poderia avançar na análise.

VEJA TAMBÉM

“Uma obra que vai salvar vidas e melhorar o desenvolvimento da PB” diz Efraim sobre duplicação da BR-230

Deputado federal Efraim Filho (União Brasil/PB).

Com a proposta, o preço final dos combustíveis não reduziria significativamente, havendo uma diminuição que varia entre R$0,18 e R$0,20 o litro da gasolina, do diesel e etanol.

“A redução de impostos, a diminuição dos preços das prateleiras e toda economia que puder chegar diretamente no bolso do consumidor é algo positivo”, defende Efraim. A pauta é destaque dos últimos dias e vem sendo tratada não somente como um tema setorial, mas também econômico e social.

PORTAL DIÁRIO

ESTUDANTES

VÍDEO: Acadêmicas da Faculdade Santa Maria falam sobre doença rara e confirmam seis casos em Cajazeiras

MAIS "FÉRIAS"

VÍDEO: Vereadores de Paulista aprovam aumento de recesso para 105 dias: “Um tapa na cara da população”

MUNICÍPIO RACHADO

VÍDEO: Vice-prefeito de Piancó confirma rompimento com o prefeito e anuncia apoio a Pedro Cunha Lima

RESPOSTA

VÍDEO: Secretário de Saúde de São João que teria sido chamado de analfabeto, rebate Zé Aldemir

Recomendado pelo Google: