header top bar

section content

Pastor de renome em João Pessoa diz que a igreja está pagando pelo carnaval que ela não fez

O pastor Samuel Mariano disse que a atitude do governador em deixar bares abertos e fechar as igrejas ficou parecendo um tipo de perseguição religiosa. "Se é para fechar, feche tudo".

Por Luiz Adriano

26/02/2021 às 09h06 • atualizado em 26/02/2021 às 09h13

Pastor Samuel Mariano é cantor e compositor. (Foto: Divulgação).

O pastor e cantor Samuel Mariano unido com outros pastores, se reuniram com o prefeito Cícero Lucena (PP) na manhã da última quarta-feira (24) para tratar do assunto referente ao fechamento das igrejas durante o período de 15 dias, imposto pelo decreto do governo do estado, como também do executivo municipal.

Ao sair da reunião, Samuel Mariano postou um vídeo em suas redes sociais a respeito do decreto e se queixou que o governador anunciou o decreto “sem um aviso prévio e sem comunicar a absolutamente ninguém”. Ele disse que o avanço da Covid-19 foi em consequência de “festinhas de carnaval” e que agora a igreja quem está sofrendo as consequências de uma coisa que ela não fez.

VEJA TAMBÉM

VÍDEO: Pastor da região de Sousa diz que políticos devem ser os primeiros a tomar a vacina

“As igrejas serão fechadas porque pessoas fizeram festinhas de carnaval e a contaminação foi muito grande, e a igreja agora vai pagar pelo carnaval que ela não fez”, pontuou.

O sacerdote disse que durante a reunião com Cícero Lucena falou que o problema não é fechar as igrejas, mas o que está em pauta é a permanência de bares abertos e os templos fechados. “A questão aqui não é obedecer, a igreja é treinada para obedecer. Se precisa de um tempo em casa, tudo bem, mas a questão é que bares ficam abertos, as academias estão abertas, mas vão fechar as igrejas em 100%, ou seja, fica parecendo que a igreja é quem atrapalha ou quem contamina”, defendeu.

Samuel Mariano disse ainda que entende o ato do governador como um ato de perseguição às igrejas: “Se é para fechar, feche tudo, mas fica parecendo que é perseguição religiosa. Qual é o problema de vocês com a igreja? Qual é o problema do governador do estado da Paraíba com a igreja? Porque não fala logo? Porque se um bar fica aberto com a mesma quantidade de gente que tem dentro da igreja ou mais, e tá tudo certo, e a igreja não pode, tem alguma coisa errada ai”, argumentou o pastor.

Samuel Mariano é cantor evangélico e Pastor Presidente da Assembleia de Deus Bras na Paraíba, com sede em João Pessoa.

Confira na íntegra o vídeo no instagram do pastor e cantor Samuel Mariano:

PORTAL DIÁRIO

LEMBRANÇAS E ESPERANÇA

VÍDEO: Componentes de tradicional quadrilha junina do CE falam da saudade e do amor pelas festas juninas

CARA NOVA

VÍDEO: Programa Balanço Esportivo da TV Sul Cariri faz estreia de novo apresentador em tom de empolgação

ESPERANÇA

VÍDEO: Mãe e filhos que conviviam com ratos na Zona Sul de Cajazeiras ganham comida e móveis novos

DESAPARECIDO

VÍDEO: Indícios apontam que corpo encontrado em Cajazeiras pode ser de mototaxista do CE, diz delegado

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!