header top bar

section content

Celso de Mello impede Ministério da Saúde de bloquear 68 respiradores comprados pelo Governo do Maranhão

De acordo com o governador Flávio Dino (foto), os ventiladores serão destinados a 132 leitos de UTI preparados para receber infectados com Covid-19

Por Redação Diário do Sertão

22/04/2020 às 15h05 • atualizado em 23/04/2020 às 20h18

Flávio Dino, governador do Maranhão

O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu que o Ministério da Saúde não pode confiscar 68 respiradores comprados pelo Governo do Estado do Maranhão junto à China.

Atendendo pedido feito pelo Governo do Maranhão, o ministro deu prazo de 48 horas para que uma empresa de Santa Catarina entregue os respiradores.

VEJA TAMBÉM: Deputada estadual Dra. Paula solicita ao Governo da Paraíba um hospital de campanha para a cidade de Cajazeiras

De acordo com o governador Flávio Dino (PCdoB), os ventiladores serão destinados a 132 leitos de UTI preparados para receber infectados com Covid-19. O Maranhão já registrou ao menos 1.604 casos confirmados de coronavírus e 66 mortes.

Para embasar sua decisão, o ministro Celso de Mello justifica que é inadmissível a requisição, pela União Federal, de bens públicos estaduais, exceto quando for declarado estado de defesa ou do estado de sítio.

PORTAL DIÁRIO

TUDO PRONTO

VÍDEO: Prefeito de Cajazeiras lança plano de vacinação e anuncia Centro de Referência de Imunização

REFLEXO

VÍDEO: Pandemia ajudou reeleição, mas prejudicou novos candidatos, diz ex-prefeito de Cajazeiras

EDUCAÇÃO

VÍDEO: Secretário de Saúde da PB fala sobre retomada das aulas presenciais: ‘Processo lento e gradual’

CAJAZEIRAS

VÍDEO: Diretor do HRC diz que não há casos da nova variante do coronavírus, mas demonstra preocupação

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!